Personalidades Negras – Milton Nascimento

Nascido na cidade do Rio de Janeiro em 26 de outubro de 1942, Milton Nascimento é filho de Maria do Carmo Nascimento. Mais tarde, em 1945 o menino Milton foi adotado por um casal cuja esposa, Lília Silva Campos, era professora de música e o pai adotivo, Josino Campos, era dono de uma estação de rádio. Mudou-se para Três Pontas, em Minas Gerais e aos treze anos já cantava em festas e bailes da cidade.

Já em Minas, Milton forma com Wagner Tiso seu primeiro conjunto musical, o “Luar de Prata”. Por volta de 1963, muda-se definitivamente para Belo Horizonte. Além de integrar o “Conjunto Holliday”, passa a fazer parte do “Célio Balona”. Milton alavanca sua carreira, em 1966, ao participar do Festival Berimbau de Ouro, em São Paulo. No mesmo ano, tem sua primeira música gravada pelo conjunto Tempo Trio, a instrumental “E a gente sonhando”.

Em 1967, Milton é eleito melhor intérprete no Festival Nacional da Canção e a música “Travessia”, fica em segundo lugar, tornando-se uma das músicas mais conhecidas no Brasil e no exterior.

Entre outros sucessos, destacam-se Maria, Maria (1978), e a interpretação de Coração de Estudante, que se tornou o hino das Diretas Já (movimento sócio-político de reivindicação por eleições diretas, em 1984). Posteriormente, gravou a Canção da América, que versa sobre a Amizade.

Em 1998, Milton Nascimento ganhou o Grammy de Melhor Álbum de 1997. Milton já se apresentou na América do Sul, América do Norte, Europa, Ásia e África.

De |novembro 26th, 2014|Notícia, Sem categoria|Comments Off on Personalidades Negras – Milton Nascimento