Servidores da Fundação Palmares se reúnem para planejamento estratégico

Desde a manhã de ontem (19), encontram-se reunidos na sede da Fundação Cultural Palmares (FPC), a presidenta Cida Abreu, juntamente com a chefe de gabinete, os diretores dos departamentos, coordenadores-gerais, coordenadores e corpo técnico da autarquia a fim de definir e alinhar as ações para o ano de 2016, em conformidade com as metas do Plano Nacional de Cultura (PNC) e os focos de atuação estabelecidos pelo Ministério da Cultura (MinC) e integrado ao novo Plano Plurianual 2016-2019.

Com o intuito de apresentar as ações que estão sendo pensadas na Fundação ao ministério a que está vinculada, bem como possibilitar aos colaboradores da entidade acesso a um breve panorama das possibilidades e desafios que se apresentam para a agenda da cultura, de um modo geral, a presidenta Cida Abreu convidou integrantes da gestão do MinC para tomar parte em sua reunião de planejamento, que se estenderá até a tarde de hoje (20). Estiveram presentes o secretário executivo e ministro da cultura em exercício, João Brant, o secretário de Fomento e Incentivo a Cultura (SEFIC), Carlos Paiva, e o secretário de Políticas Culturais (SPC), Guilherme Varella.

Para Cida, o planejamento das ações da Palmares deve ser integrado não apenas com o MinC e demais entidades vinculadas. A presidenta entende que é preciso aproximar os demais entes  federativos na construção da agenda para que as políticas para a cultura afro-brasileira obtenham eficácia e efetividade em sua execução. Ademais, conforme suas palavras, reconhece que “é preciso utilizar as unidades regionais como porta entrada da Palmares nos estados, mostrando que o acesso à Fundação não se dá apenas por sua sede.”

Esse caráter coletivo da construção da política pública para a cultura negra estará garantido, pois, em 2015, foi criado o Colegiado Setorial de Culturas Afro-brasileiras, que tem assento no Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC), o que, como consequência, assegurará um espaço específico para o debate em torno desta política ao longo das conferências de cultura, que ocorrerão em 2017, as quais são marcadas pela participação social.

Na parte final do encontro, os representantes do Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra (CNIRC), o Departamento de Fomento e Promoção da Cultura Afro-Brasileira (DEP) e o Departamento de Proteção ao Patrimônio Afro-Brasileiro (DPA), órgãos da FCP, irão apresentar um balanço das ações desenvolvidas no ano de 2015 e trazer, para construção coletiva, as ações entendidas como prioritárias para o ano corrente, entendendo que algumas delas poderão ter início, desenvolvimento efetivo ou desdobramentos nos anos subsequentes.

De |janeiro 20th, 2016|Notícia|Comments Off on Servidores da Fundação Palmares se reúnem para planejamento estratégico