I Encontro para a construção do Fórum Estadual de Cultura Afrobrasileira acontece no Rio Grande do Sul

Durante o Fórum Social Mundial a Fundação Cultural Palmares realizou o primeiro encontro para a construção do Fórum Estadual de Cultura Afro-Brasileira no Rio Grande do Sul. A atividade ocorrida na tarde do dia 22 de janeiro, no Largo Zumbi dos Palmares em Porto Alegre, contou com a participação de artistas, produtores culturais, lideranças de movimentos sociais e órgãos de governo. “Foi a oportunidade de realizarmos trocas de experiências, de muito aprendizado e principalmente de escuta das demandas da comunidade afro gaucha referente a cultura”, explica Renata Lopes, representante da regional Sul da Fundação Cultural Palmares.

O evento contou com a participação de Giane Vargas, membro do Conselho Curador da FCP que falou sobre a importância desse momento para identificarmos a diversidade cultural da região Sul. “É importante a participação dos movimentos sociais propondo e priorizando ações em relação a promoção da cultura afro”, comenta Giane.

A experiência de Canoas referente ao trabalho realizado foi apresentada pelo Denisson Beretta Gargione, representando a Secretaria de Cultura do município. “Os membros do Colegiado de Cultura Afro e Indigena são atuantes e propositivos e colaboram com efetiva implementação das políticas culturais. A regulação do perímetro urbano do Quilombo Chácara das Rosas também é um avanço para o município. E temos a intenção de receber ainda esse ano o Encontro Nacional dos Clubes Negros”, destaca Denisson. Clóvis Andre Silva, Coordenador Estadual de Culturas Populares do RS falou sobre a importância do acesso aos recursos para ampliar o apoio as manifestações culturais na região sul.  “O trabalho nas periferias deve ser intensificado, pois é fundamental que a comunidade negra tenha acesso aos projetos culturais”, comenta Antonio Mattos, produtor cultural.  Ya Vera Soares, Conselho do Povo de Terreiro do Estado RS/Fórum Nacional de Segurança Alimentar dos Povos Tradicionais de Matriz Africana discorreu sobre o histórico de racismo no RS e a respeito da resistência dos povos tradicionais na preservação da cultura. “A cultura de matriz africana está presente no cotidiano da sociedade brasileira e isso tem que ser valorizado e preservado”, explica Ya Vera.

O encontro foi intenso, propositivo e permitiu a troca de experiência com uma perspectiva de dar continuidade valorizando todo o empenho e luta do movimento negro. E fundamentalmente propor ações efetivas no combate ao racismo e pela promoção e preservação da cultura afro-brasileira.

Mobilização no Dia Nacional de Combate a Intolerância Religiosa no RS:

  • Constituição do Conselho Municipal do Povo de Terreiro de Porto Alegre, auditório dos Correios.
  • Seminário “Os povos tradicionais de Matriz Africana na Invisibilidade do Estatuto da Cidade”, na Câmara de Vereadores de Porto Alegre.
  • VIII Marcha Estadual pela Vida e Liberdade Religiosa.

Atividades referente às Comunidades Quilombolas:

  • Roda de Conversa “Organização e Funcionalidade Rede Quilombola”, na Escola Técnica Parobé.
  • Lançamento do Projeto Terra Negra Brasil no RS, na Câmara de Vereadores Porto Alegre

Fonte: Representação da Fundação Cultural Palmares no Rio Grande do Sul

De |janeiro 25th, 2016|Notícia|Comments Off on I Encontro para a construção do Fórum Estadual de Cultura Afrobrasileira acontece no Rio Grande do Sul