Rosa Parks simbolizou luta contra racismo

Rosa Parks foi uma costureira que se tornou ativista pelos direitos civis dos negros norte-americanos. Nesta terça-feira, 24 de outubro, completam-se 12 anos da sua morte.

Parks virou símbolo da luta contra o racismo ao lado de nomes como o reverendo Martin Luther King e Malcom X. Rosa participou da Associação Nacional para o Avanço dos Negros (NAACP), uma das mais respeitadas e antigas organizações pela defesa da igualdade racial nos Estados Unidos.

A militante ficou conhecida no dia 1º de dezembro de 1955, aos 42 anos, na cidade de Montgomery, no estado do Alabama, quando se recusou a ceder seu lugar no ônibus para um homem branco que exigia que ela se retirasse do assento. Para ela, foi o estopim após inúmeras humilhações sofridas ao longo da vida. Parks acabou presa, porém o fato gerou comoção e um boicote aos ônibus da cidade. O acontecimento ainda deu grande impulso à luta contra a segregação racial na América, que chegaria ao auge na década de 60.

Rosa Parks morreu no dia 24 de outubro de 2005. Deixou como legado uma história inesquecível de inspiração e resistência das mulheres e do povo negro.

 

De |outubro 24th, 2017|Destaque, Notícia|Comments Off on Rosa Parks simbolizou luta contra racismo