41 anos da morte do idealizador do ”Movimento Consciência Negra” Steve Biko

Hoje dia 12, completa 41 anos da morte do idealizador do ”Movimento Consciência Negra” Steve Biko, figura importante anti-apartheid na década de 1960 e 1970, jovem líder e mais influente da África do Sul.
Foi estudante de medicina, e dentro da universidade formou a Organização dos Estudantes Sul- Africanos (Saso, na sigla inglês) que tinha como principal objetivo enaltecer a comunidade negra a lutar contra a segregação e que mais tarde evoluiu para Movimento Consciência Negra, que mobilizou e defendeu negros na luta contra o apartheid.
O slogan “Black is beautiful” (O negro é lindo) foi falado por ele e até nos dias atuais é   usado nos movimentos negros brasileiros e americanos. A frase foi usada em forma de musica interpretada por Elis Regina e composta por Marcos Valle.
Fundou a Convenção do Povo Negro e trabalhou em programas criados para beneficiar a população negra com a construção de creches e hospitais.
Seu legado de luta veio na forma da obra ‘‘Eu escrevo o que gosto’’ um compilado de artigos escritos durante sua trajetória política e  pessoal. A sua filosofia quanto a Consciência negra era baseada em duas fases, a libertação psicologia e física para alcançar a verdadeira identidade.
O assassinato de Steve Biko é um símbolo da brutalidade do apartheid, porém, até os dias de hoje o jovem ativista é lembrado por sua resistência em lutar a favor do povo negro e sua trajetória de vida até a precoce morte ficou conhecida mundialmente.