Estátua em homenagem a Mãe Stella de Oxóssi é inaugurada

Na última terça feira (9) foi inaugurada, em Salvador, duas esculturas em homenagem a Mãe Stella de Oxóssi, importante líder espiritual e defensora da igualdade racial, que faleceu há quatro meses. As esculturas são de Oxóssi a quem, segundo o povo de santo, pertencia a cabeça da Iyalorixá e de Mãe Stella.

Iniciada no Candomblé em 1939, no terreiro Ilê Axé Opô Afonjá (Salvador – BA), pela Yalorixá Mãe Senhora (Oxum Muiwá), tendo por ela todas as obrigações completadas, ocupou o posto de Kolabá, assim designada no ano de 1964. Foi eleita Iyalorixá (Mãe de Santo), em 1976, sucedendo Mãe Ondina (Iwin Tonan).  Em 1999, Mãe Stella, após anos de luta, conseguiu o tombamento do Ilê Axé Opô Afonjá pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), órgão ligado ao Ministério da Cultura (MinC).

Redigiu diversos artigos em jornais e revistas sobre as questões atinentes às comunidades de terreiro; foi convidada a participar em congressos acadêmicos voltados à questão da religiosidade. Recebeu vários prêmios de destaque, como a Medalha de Ordem ao Mérito da Cultura, do MinC, na classe Comendador, no ano de 1999. Publicou dois livros: Òwe – Provérbios (2007) e Epé Laiyé – Terra Viva (2009).

Em 2015, a Iyalorixá foi nomeada membro do Conselho Curador da Fundação Cultural Palmares. No ano de 2017, aos 92 anos de idade, lançou um aplicativo repleto de orientações da Yalorixá do Ilê Axé Opô Afonjá. Mais uma das tantas realizações de Mãe Stella. O aplicativo está disponível para celulares com o sistema operacional “Android” e pode ser feito o download pelo Google Play. Para encontrar o aplicativo é só ir nos sites de busca é só digitar: Orientações de Mãe Stella.

As obras inauguradas em Salvador são do escultor Tatti Moreno, que revelou seu cuidado ao confeccionar a obra. Confeccionadas em resina de poliéster e fibra de vidro. Consistem em duas esculturas, sendo uma de Mãe Stella de Oxóssi, com 2 metros e do Orixá Oxóssi, com 6,50 metros. A obra mostra Mãe Stella sentada em um trono com aspecto sereno e regida por Oxóssi. A estátua em homenagem à Mãe Stella foi posta na via que também leva o nome da Iyalorixá do Ilê Axé Opó Afonja, que liga a avenida Luiz Viana Filho à Orla de Stella Maris.

A escultura possui uma placa QR CODE, iniciativa do projeto #Reconectar e, com isso, a população poderá acessar informações sobre o monumento com leitor para código ao aproximar um celular ou tablet.