Palmares Indica

FILME: O menino que descobriu o vento (2019)

O filme narra a história de um menino de 14 anos que construiu uma turbina eólica para bombear água para o seu vilarejo que passava por um período de grande seca.  Embora tenha sido impedido de prosseguir os estudos na escola particular do vilarejo, devido à incapacidade de seus pais de pagarem suas mensalidades, em um período de grande seca e crise, o garoto passou a frequentar uma biblioteca próxima à sua casa onde aprendeu sobre produção de energia e o funcionamento de moinhos de  vento.

William decidiu apostar numa ideia audaciosa; com materiais recolhidos de um ferro-velho local e partes de uma bicicleta, ele construiu um sistema de moinho e bombeamento de água capaz de gerar energia e transformar a vida dos moradores da vila.

O filme é inspirado na história real de William Kamkwamba, nascido no Malawi. O livro de memórias foi lançado em 2006, contando a história de como desenvolveu um aparato que ajudaria várias famílias do país. Kamkwamba foi convidado para a TEDGlobal 2007, na Tanzânia e ganhou notoriedade no mundo todo. O jovem ingressou numa Universidade na África do Sul e, posteriormente, conseguiu uma bolsa de estudos na prestigiada Universidade de Dartmouth, nos EUA, onde se formou em Estudos Ambientais.

O filme está disponível na Netflix.

 

MÚSICA: Underismo – Coletivo Negro da BA

Underismo é um coletivo de rap formado em 2017, nas entranhas da cidade de Salvador. Sob a transição da arte gótica até a arte iluminista, nasce o estilo denominado “Underista”, carregando junto um pouco da contemporaneidade, vivência urbana e ancestralidade de cada membro do grupo. Assim como o homem vitruviano de Da Vinci, que marca o início da arte Iluminista, o grupo é composto por 8 membros, tendo como seu principal elixir a musicalidade.

O Ep R3SÍDU0$ foi lançado no dia 22 de março e é composto por oito faixas de conteúdos variados, como as “gastadas”, que exploram a crônica, sátira e outros gêneros literários, as com teor conhecido como “sujo”, entre outros. As artes visuais desta obra foram feitas pelas mãos do artista rätø§üj0, vulgo [tø.råjjóşü]. Hoje, as faixas são compostas por: Darlan Oliveira (Senpai), Iago Roger (Trevo), Thiago Damasceno (Alfa), Alef Ramos (Ares), Caio (Kolx) e Filipe Ponciano (Ponci). Como DJ há Adilton Moura (Moura), além de Filipe Duarte como produtor e Nobru, técnico de som.

Ouça o Ep R3SÍDU0$  AQUI

 

 

 

LIVRO: Mulheres, Raça e Classe. Autora: Angela Davis

A indicação palmarina desta sexta-feira é o livro Mulheres, Raça e Classe da intelectual estadunidense Angela Davis, publicado em 1981, nos Estados Unidos. No entanto, a obra foi publicada no Brasil apenas em 2016.

Davis inicia a obra tratando dos efeitos da escravidão e a forma como a mulher negra foi desumanizada, o que mostra a necessidade de discutir a questão racial, sobretudo, em sociedades construídas em bases escravocratas. Ademais, adverte que é preciso considerar a intersecção de raça, classe e gênero para possibilitar um novo modelo de sociedade.

Ao longo de diversos artigos, Davis transita pelo legado da escravidão, a organização das famílias negras em um contexto de escravização e pela origem da luta pelos direitos femininos, contextualizando historicamente a sociedade estadunidense e os processos de luta contra o racismo e pela equidade de gênero. Neste sentido, argumenta que ‘‘classe’’ não é elemento universal para análises da sociedade; apesar de um fator de análise relevante não é o único e que ‘‘classe, gênero e raça’’ se interseccionam e se influenciam mutuamente.

A obra de Davis denuncia, ainda, o encarceramento em massa, propõe variáveis de pesquisa que abordem o papel da mulher negra na organização das famílias em um contexto de escravização e a importância da representatividade, ao fazer da mulher negra sujeito ativo da sociedade.

 

 

EVENTO: Festival Hip House

Entre os dias 7 e 14 de abril está sendo realizado no Centro Cultural Urucuia e no Centro Cultural Vila Marçola, o 1° Festival Hip House, idealizado por jovens produtores de Belo Horizonte.

O objetivo do evento é promover interações artístico-culturais e informativas para o público, além de apresentar artistas locais. O festival incorpora os quatro elementos da cultura hip hop: o MC, o Dj, o B-boy e o grafiteiro, atrelando essas ações à cultura House Dance.

O evento ocorre  em dois centros culturais para receber o público que normalmente não tem acesso a essas ações. As atividades do festival incluem palestras sobre empreendedorismo, economia e mercado cultural, apresentações musicais, dança e batalhas com prêmios em dinheiro.

O evento foi idealizado no curso de Assistente de Produção da Fundação de Educação para o Trabalho de Minas Gerais (Ultramig), por quatro jovens que trabalham em movimentos culturais e artísticos de Belo Horizonte. O projeto conta com o patrocínio da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria de Cultura.

Os ingressos são gratuitos e podem ser retirados no SYMPLA

 

 Seminário de Valorização das Tradições e Cultura das Religiões Afro-brasileiras acontece em Petrópolis.

A Ordem Iniciática do Cruzeiro Divino (OICD) é uma instituição religiosa fundada em julho de 1970 e realiza seminários regionais por todo o Brasil. Este ano, o encontro acontecerá no dia 13 de abril em Petrópolis (RJ) e, posteriormente, em São Paulo, Rondônia, Paraná e Distrito Federal; as datas e os locais serão informados conforme atualização.

O intuito da realização dos seminários é justamente para dialogar, desmistificar e promover as religiões afro-brasileiras, como a valorização das tradições ancestrais.

O objetivo da realização dos seminários nas regiões do Brasil é justamente apreciar a diversidade dentro das religiões afro-brasileiras, dialogar sobre as tradições ancestrais que cada religiosidade traz e a importância da cultura afro.

O Seminário de Valorização das Tradições e Cultura das Religiões Afro-brasileiras será realizado no Templo Caboclo Sr. Ogum 7 Escudos, na Cascatinha em Petrópolis, a partir das 17:30h. A reunião é gratuita e os participantes receberão certificados.

Acesse o evento AQUI

 

De |abril 12th, 2019|Banner, Notícia|Comments Off on Palmares Indica