Fundação Cultural Palmares leva Cultura Negra à 35ª Feira do Livro de Brasília

Obras literárias, exposições e documentários marcam a cultura afro na mostra.

A Fundação Cultural Palmares (FCP) marca seu apoio à 35ª edição da Feira do Livro de Brasília (Felib) evidenciando o melhor da cultura negra nacional. Oportunidades de encontros com grandes nomes da literatura e da arte, referências à população afro-brasileira, fazem parte da programação do evento que acontece na capital até 16 de junho.

Pelos próximos dias, nomes como o da atriz Zezé Mota, do fotógrafo Januário Garcia e dos autores Eliana Alves Cruz e Tom Farias darão a importância do povo negro na formação da sociedade brasileira. Estes se apresentarão ou estarão representados por meio de suas obras em diferentes momentos e espaços do evento. Os educadores Eliane Boa Morte e Zezito Araújo também participam apresentando o Projeto Conhecendo Nossa História – Da África ao Brasil.

A Feira insere a Fundação no contexto de disseminação da cultura negra, parte de sua missão institucional. “Estamos sempre envolvidos em parcerias que contribuem para um maior alcance das nossas ações”, afirma Vanderlei Lourenço, presidente da FCP. “A Feira é uma importante oportunidade de promover escritores e artistas negros comprometidos em difundir traços da história e da trajetória do negro no Brasil”, enfatiza.

Estande Oliveira Silveira – Dedicado ao poeta e militante da causa negra que dá nome à biblioteca da FCP, o estande trará a exposição Herança Viva do fotógrafo Januário Garcia. Em 50 peças ele apresenta aspectos do cotidiano da população negra marcado por festas tradicionais e pela religiosidade de matriz africana.

O escritor Tom Farias, autor da recém-lançada biografia de Carolina Maria de Jesus terá participação especial. Ele apresentará seu livro Carolina: uma biografia e falará sobre a obra inspiradora Quarto de despejo, diário onde Carolina denunciou as condições miseráveis de vida da favela onde viveu em São Paulo, na década de 1940.

Também serão disponibilizados ao público, exemplares das obras literárias contempladas pela primeira edição do Prêmio Oliveira Silveira. Os autores Eliane Alves Cruz, Custódia Wolney, Júlio César Farias de Andrade, André Luís Soares e Luiz Eduardo de Carvalho trazem nos livros novos olhares sobre fatos históricos, a exemplo da Revolta dos Malês. Parte da programação da FCP na semana será o lançamento da segunda edição do Prêmio.

Durante os 10 dias da Feira também serão exibidos curtas-metragens que mostram afro-brasileiros em distintos contextos. As peças são parte do acervo da Fundação e também do Canal Futura. A jovem Sara, de Sara e Sua Turma também estará presente, contando como se tornou personagem de sua própria coletânea de livros e vídeos infantis que destacam relações de identidade e pertencimento.

 

 

SERVIÇO

35ª Feira Internacional do Livro de Brasília
Data: 06 a 16 de junho
Local: Complexo Cultural da República
Endereço: Setor Cultural Sul, Eixo Monumental, Brasília – DF
Confira a programação aqui. 

De |junho 6th, 2019|Banner, Notícia|Comments Off on Fundação Cultural Palmares leva Cultura Negra à 35ª Feira do Livro de Brasília