Palmares e Governo de Minas Gerais fecham acordos para fortalecer etnoturismo

A Fundação Cultural Palmares (FCP) e o Governo do Estado de Minas Gerais fecharam acordos que contribuirão para o desenvolvimento do etnoturismo nas comunidades quilombolas do estado. A parceria foi trabalhada na última semana durante reunião entre o presidente Vanderlei Lourenço, da FCP, e representantes da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (SEDESE).

Em breve será assinado um acordo de cooperação técnica e as ações que serão direcionadas aos quilombos permitirão a valorização de aspectos que compõem a sua identidade étnica, tais como a cultura e relação com a natureza, também favorecendo a geração de renda. “Muitas dessas comunidades estão situadas no entorno da Estrada Real. Isso faz com que a Estrada e as comunidades recebam visibilidade e proteção, dados os elementos históricos que elas contém”, disse Lourenço.

De acordo com Clever Alves Machado, coordenador estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, o governo mineiro está inserindo o etnoturismo no seu planejamento estratégico para atender demandas apresentadas pelas comunidades quilombolas durante as conferências da Igualdade Racial ocorridas entre os anos de 2005 e 2018.

“A iniciativa vai refletir nos compromissos do governo estadual com o desenvolvimento sustentável dos quilombos e da preservação das florestas nativas em território mineiro”, afirmou Machado, recordando que essas populações têm grande comprometimento com a manutenção dos biomas, assim como os indígenas, os ciganos, geraizeiros e demais povos tradicionais.

Formação e compromisso – A parceria inclui um seminário previsto para acontecer no mês de novembro, em decorrência das celebrações do 20 de novembro, Dia da Consciência Negra. O encontro garantirá o envolvimento entre técnicos dos Ministérios, de secretarias estaduais competentes e as lideranças das comunidades remanescentes de quilombos para tratar de seus potenciais.

O Estado de Minas Gerias abriga mais de 400 quilombos certificados pela FCP. Machado informou que já está sendo mapeado o que há de mais relevante em cada uma dessas comunidades. As informações apuradas serão necessárias ao levantamento de alternativas viáveis ao desenvolvimento econômico e social dessas comunidades a partir do turismo. “Elas já atraem os olhos do mundo inteiro por suas práticas tradicionais de agricultura e espiritualidade. Vamos valorizar a sua identidade, para que o seu desenvolvimento econômico seja de fato alcançado”, encerrou.

Participaram da reunião o subsecretário de Direitos Humanos, Thiago Horta, a superintendente de Participação e Diálogos Sociais, Letícia Palma, e, Vandeli Paulo dos Santos, da mesma Coordenadoria.

 

De |junho 13th, 2019|Notícia|Comments Off on Palmares e Governo de Minas Gerais fecham acordos para fortalecer etnoturismo