Morre Antônio Carlos Marques, Defensor da Cultura em Uberaba

É com pesar que a Fundação Cultural Palmares (FCP) comunica o falecimento de Antônio Carlos Marques, presidente da Fundação Cultural de Uberaba (FCU), em Minas Gerais. O falecimento ocorreu no sábado (15) em decorrência do agravamento de problemas renais e do diabetes, após Marques ter passado os últimos dias em coma induzido. O Professor, como era conhecido, deixou a esposa Elita de Fátima Ribela e três filhas.

Professor há quase 40 anos e Jornalista, Marques era, ainda, licenciado em Artes Plásticas e Arte-Educação. Ministrou cursos, palestras e oficinas nas áreas de teatro, folclore, cultura popular e história da Música Popular Brasileira. Defensor da cultura local, deixou como legado grandes projetos com formação de Catira, Congada, Moçambique e Circo do Povo.

Atuante na defesa da cultura afro-brasileira, revitalizou o Patrimônio Imaterial e contribuiu para a preservação do Patrimônio Material do município. Deixou também outros grandes feitos, fomentando a arte e a cultura em todos os seguimentos.

O corpo de Antônio Carlos Marques foi sepultado no domingo (16), no cemitério São João Batista. O prefeito de Uberaba decretou Luto Oficial pelo período de três dias.