Palmares e Governo do Sergipe Debatem Sobre Parcerias de Políticas Culturais

O presidente da Fundação Cultural Palmares (FCP), Vanderlei Lourenço, esteve nesta quinta-feira (29) com o governador do estado de Sergipe, Belivaldo Chagas, para tratar de parcerias voltadas à promoção de políticas culturais direcionadas à população negra. O encontro aconteceu no Palácio Governador Augusto Franco, em Aracajú, onde também esteve presente Eudes Carvalho, ex-coordenador estadual de Promoção de Políticas de Igualdade Racial.

“Dialogamos sobre como oferecer as condições necessárias para que as 32 comunidades quilombolas certificadas de Sergipe se tornem autossustentáveis”, afirmou Chagas. De acordo com Lourenço, a proposta envolve a realização de levantamentos que permitam identificar os potenciais locais dessas comunidades para que, então, sejam feitas parcerias viáveis e investimentos.

Na ocasião, Lourenço apresentou o Projeto Conhecendo Nossa História – Da África ao Brasil, uma iniciativa da FCP em parceria com o Ministério da Educação (MEC), que tem como objetivo trabalhar em sala de aula a História e a Cultura Afro-brasileira e Africana. “Só com informação é possível enfrentar as diferentes formas de discriminação, por isso a ideia do projeto é estimular uma reflexão maior sobre questões sociais que têm como resultado o racismo”, disse o presidente.

Agora, o diálogo segue com o objetivo de que se cheguem aos acordos técnicos necessários aos objetivos destacados. O governador colocou os órgãos do estado à disposição da Fundação para que sejam firmadas as parcerias.

Ainda em Sergipe, Lourenço visitou o quilombo urbano Maloca, onde debateu sobre a cultura negra e sobre as possibilidades de parcerias para que a juventude local seja contemplada com cursos de capacitação. No território, os moradores apresentaram o terreno onde o governo construirá moradias para as famílias da comunidade.