Renovação do acervo


O servidor público da casa, Guilherme Bruno, fez sua doação para o acervo bibliográfico da Palmares. Ocupando na Fundação o cargo de Coordenador de Disseminação de Informação no departamento do CNIRC – Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra, Guilherme encantou-se com a leitura do primeiro volume da trilogia “Escravidão”, do jornalista e escritor Laurentino Gomes.

É um livro formidável, repleto de informações importantes e muito bem escrito, mostrando que a terrível prática da escravidão vem desde tempos imemoriais; e já foi praticado por quase todos os povos”. resumiu Guilherme.

O acervo bibliográfico da Fundação Cultural Palmares, conforme documentado no Relatório 1 – CNIRC (veja aqui), está extremamente defasado, contendo obras que não ultrapassam os anos 1970/1980. Em breve, a Fundação fará aquisição de um lote significativo de obras que cobrirão várias áreas do conhecimento ligadas à temática negra, finalmente trazendo o acervo da Palmares para o século 21. Essa doação de um funcionário público da Fundação, assim como outras, a exemplo da realizada pelo deputado Hélio Lopes – que doou um livro de autoria de Thomas Sowell –, são simbólicas por trazerem para uma visão mais ampla, correta e digna do negro.

Fundação Cultural Palmares.

De |setembro 14th, 2021|Banner, Destaque, Notícia|0 Comentários