Palmares lança Kit de material didático sobre cultura afro-brasileira em Amapá

 

Por Emiliane Saraiva Neves

Nesta manhã (16) Erivaldo Oliveira, presidente da Fundação Cultural Palmares, esteve no Palácio do Setentrião, sede do Governo do Estado do Amapá. Lá participou da solenidade de abertura da programação voltada para o debate de estratégias para implementação da educação para as relações étnico-raciais e cultura afro-brasileira.

Waldez Góes, governador do Estado do Amapá, e o presidente Erivaldo anunciaram o lançamento do Kit Conhecendo Nossa História: Da África ao Brasil. Segundo o governador, 70% da população do Amapá se declara afrodescendente. Sendo assim, entende que é fundamental inserir no sistema educacional material didático voltado para a realidade cultural e histórica brasileira.

Informou que mais de 3.000 unidades do livro serão distribuídas entre os municípios e 21 comunidades remanescentes de quilombo serão contempladas. Acrescentou que 300 professores serão capacitados para lecionar o conteúdo proposto. Essa capacitação fará parte dos três dias de programação da I Virada Afro no Estado do Amapá.

Erivaldo Oliveira explica que “as pessoas não conhecem a cultura afro-brasileira, mas a partir do lançamento desse livro as pessoas vão passar a conhecer. Sejam crianças de escola pública ou de privada”.  Em seu discurso durante o evento enfatizou que não se acaba com o racismo e com a intolerância sem mudar a estrutura educacional. Mencionou a importância do trabalho conjunto entre governo federal e estadual, do apoio de senadores e deputados para alcançar juntamente com os prefeitos dos municípios a disseminação do conhecimento afro-brasileiro.

O deputado federal Marcos Reátegui, que participou da solenidade, falou sobre a necessidade de que sejam implantadas políticas de desenvolvimento econômico-social que destinem os recursos públicos às comunidades mais carentes, que na sua percepção são geralmente as que melhor promovem a nossa cultura.

Também compareceram a Coordenadora-Geral de Educação para as Relações Étnico-Raciais do Ministério da Educação – Sra. Raquel Nascimento Dias, Secretária de Educação do Estado do Amapá – Sra. Maria Goreth da Silva e Souza, Fátima Pelaes da Secretaria das Mulheres e Secretária Extraordinária de Políticas Para os Afrodescendentes do Estado do Amapá – Sra. Núbia de Souza.

A programação seguiu com mesas redondas na parte da tarde, cujas temáticas foram:  “Projeto Conhecendo nossa história: da África ao Brasil” e “Estratégias para implementação da Educação para as Relações Étnico-Raciais e Cultura Afro-brasileira”.

Os participantes das mesas foram: Zezito de Araújo, Professor de História da Secretaria de Educação de Alagoas e responsável pela implementação e implantação da Lei 10.639/2013 e 11.645/2008 e a Educação Escolar Quilombola; Eliane Boa Morte, Mestre em História da África, da Diáspora e dos Povos Indígenas pela UFRB e Coordenadora do Núcleo de Políticas Educacionais das Relações Étnico-Raciais e Annie de Carvalho Geógrafa formada pela Universidade Federal do Amapá-UNIFAP.

De |junho 16th, 2017|Banner, Notícia|Comments Off on Palmares lança Kit de material didático sobre cultura afro-brasileira em Amapá