MinC aprova captação de R$ 55 milhões para Carnaval do Rio

O Ministério da Cultura (MinC) aprovou a captação de R$ 55 milhões, via Lei Rouanet, para 19 projetos relacionados ao Carnaval do Rio de Janeiro de 2018. O anúncio foi feito no dia 22 de dezembro pelo ministro Sérgio Sá Leitão, que esteve em Duque de Caxias (RJ), onde visitou o Teatro Raul Cortez, a Biblioteca Municipal Leonel de Moura Brizola e a quadra da Acadêmicos do Grande Rio. Sá Leitão conheceu projetos sociais da escola de samba e assistiu a apresentações de passistas e de casais de mestre-sala e porta-bandeira.
Sá Leitão destacou a importância do carnaval não apenas para a cultura brasileira, mas também para a economia. A estimativa é que o carnaval de 2018 injete R$ 2,2 bilhões na economia do estado do Rio de Janeiro, gerando milhares de empregos e atraindo turistas, que movimentam o setor de hotéis, bares e restaurantes. “O carnaval é a nossa maior expressão cultural e uma das nossas principais atividades econômicas”, afirmou o ministro. “Além de trazer alegria, aumenta a arrecadação dos estados e municípios, portanto, aumenta os recursos para a saúde e a educação”, completou.
O ministro sugeriu que, logo após o carnaval, em fevereiro, seja marcada uma reunião com todos os setores envolvidos para planejar a festa de 2019. “Carnaval é uma empreitada de ano inteiro, não é só na véspera que se monta a festa”, afirmou.
Sá Leitão foi recebido em Duque de Caxias pelo prefeito Washington Reis, a secretária municipal de Cultura, Daniele Reis, o secretário municipal de Comunicação, Aroldo Brito, e o deputado federal Áureo Ribeiro (SD-RJ).
Durante a visita ao Teatro Raul Cortez, o prefeito pediu apoio do Ministério da Cultura para restauração do prédio, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Segundo Reis, será necessário um investimento de R$ 1,2 milhão para modernizar a revitalizar o espaço, inaugurado há 11 anos. Além de obras de manutenção, é necessário fazer adaptações para melhorar as condições de acessibilidade e de segurança. A prefeitura deverá apresentar um projeto de restauração. O ministro também recebeu projetos da prefeitura no segmento criativo. “Vamos ajudar a viabilizar projetos culturais importantes na Baixada Fluminense”, afirmou Sá Leitão.
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura