Virada Afro Cultural divulga tradições, combate preconceito, gera trabalho e renda

Oferecer ao público uma ação voltada para promover a cultura afro-brasileira, dando visibilidade às suas tradições e manifestações. Esse é o objetivo da Virada Afro Cultural, evento promovido pela Fundação Cultural Palmares (FCP), instituição vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), com apoio do Governo do Amapá. O evento acontece desta quinta-feira (29) a domingo (31) em Macapá.

O projeto tem como um dos eixos estimular o empreendedorismo por meio da capacitação e da formação, o que acontece com os cursos Transforme sua Ideia em Modelo de Negócio – Começar Bem e Caminhos do Empreendedorismo. Na abertura da Virada Afro Cultural, nesta quinta, às 18h, no Anfiteatro da Fortaleza de São José, haverá entrega de certificados de conclusão a 76 mulheres que participaram das turmas, realizadas por meio de parceria entre a Fundação Palmares e a Secretaria Extraordinária de Políticas para os Afrodescendentes (Seafro) do Amapá.

A Virada Afro Cultural também possui como perspectiva gerar emprego e renda por intermédio da Feira Afro, que acontecerá no Anfiteatro da Fortaleza de São José. Entre as atividades envolvidas estão gastronomia, moda, artesanato e literatura.

Além disso, o evento busca combater a intolerância, o racismo e o preconceito. No sábado (30), será realizado, das 9h às 17h, o Seminário Estado, Racismo e Violências, no Salão Nobre do Palácio Setentrião. Na ocasião, ocorrerão debates de temas de interesse do povo negro, com a participação de membros do poder público e da sociedade.

Já a intensa programação artística prevê várias atrações locais e nacionais, entre elas os renomados sambistas Leci Brandão e Diogo Nogueira. A ideia da Fundação Cultural Palmares é expandir o projeto da Virada Afro Cultural para os demais estados em 2018.

 

 

 

 

De |dezembro 28th, 2017|Banner, Notícia, Sem categoria|Comments Off on Virada Afro Cultural divulga tradições, combate preconceito, gera trabalho e renda