Quarenta e quatro anos sem Mestre Bimba

Mestre Bimba (Manuel dos Reis Machado), filho de Luiz Cândido Machado e Maria Martinha do Bonfim, nasceu no bairro de Engenho Velho, em Salvador (BA) no dia 23 de novembro de 1900. Foi estivador, e começou a praticar capoeira aos 12 anos de idade. Aos 18 já era professor. Como não existiam academias, treinava-se nas esquinas, nas portas dos armazéns e até no meio do mato. Mestre Bimba desenvolveu um estilo de capoeira direto, inspirando-se no antigo “Batuque”, luta na qual seu pai era campeão. Em 1928, mestre Bimba criou a ”Capoeira Regional Baiana”.

A partir do Estado Novo, na década de 1930, o Brasil atravessou uma fase de transformações políticas e culturais, com ideais nacionalistas e de modernização. É nesse contexto que surgiu a oportunidade de Mestre Bimba divulgar seu trabalho. Em 1937, foi convidado pelo então governador da Bahia, o General Juracy Magalhães, para fazer uma apresentação com a presença do Presidente da República. A partir deste evento, Mestre Bimba foi reconhecido como professor de educação física pela Secretaria de Educação e Assistência Pública do Estrado, sua academia foi a primeira no Brasil a ser legalmente reconhecida.

Mestre Bimba se destacou pelo seu método de ensino, com técnicas de defesa Pessoal até mesmo contra armas. Preocupado em manter sempre a imagem positiva da Capoeira, não permita o treino em sua academia daqueles que não trabalhavam nem estudavam.

 

De |fevereiro 6th, 2018|Destaque, Notícia|0 Comentários