Imprensa repercute 130 anos da Abolição

A imprensa nacional deu amplo espaço em sua cobertura aos 130 Anos da Abolição da Escravidão, lembrados no domingo, 13 de maio. Matérias em sites, jornais, rádios e TVs falaram da data não com o enfoque de celebração mas de que o fim da escravidão não significou inclusão social e nem o fim do racismo. Pelo contrário. Na visão das diversas fontes ouvidas para estas matérias, ainda há muito o que se fazer para se mudar o cenário de desigualdade racial no Brasil.

A BBC Brasil publicou textos que falam da Abolição e de seus efeitos para população negra. Um deles se chama A Luta Esquecida dos Negros pelo Fim da Escravidão. Um dos entrevistados pela reportagem do site britânico é o presidente da Fundação Cultural Palmares (FCP), Erivaldo Oliveira. Erivaldo comenta o fato de o movimento negro não comemorar a data e assinala que a maneira como ocorreu a libertação provocou uma enorme desigualdade racial que permanece até os nossos dias. “A abolição foi fruto de uma pressão social. A gente precisa recontar essa história, dos heróis e heroínas que lutaram pelo fim da escravidão”, declara Erivaldo Oliveira na matéria.

Leia o texto neste link:

http://www.bbc.com/portuguese/resources/idt-sh/lutapelaabolicao

A Rádio Senado FM produziu uma reportagem especial sobre os 130 Anos da Abolição, frisando que o Brasil foi o último país ocidental a acabar com o regime escravista. Erivaldo Oliveira também é ouvido pela reportagem da Rádio Senado. “O processo de abolição não deixa de ser marcante porque representa o fim de um regime que maltratou nossos antepassados, mas o Brasil ainda é um país racista. Somos 54% da população, porém não nos vemos representados nas instâncias de poder”, comenta.

Ouça a reportagem da Rádio Senado neste link:

https://www12.senado.leg.br/radio/1/noticia/senado-promove-exibicao-das-leis-que-culminaram-com-sancao-da-lei-aurea

Outro veículo que tratou do tema foi o jornal Metro. O periódico contou um pouco da história da Abolição e destacou o trabalho da Fundação Palmares na luta pela igualdade. Na matéria, Erivaldo Oliveira reforça que ainda existe um longo caminho para se alcançar a justiça racial no país.

Leia a matéria do jornal Metro neste link:

https://www2.metrojornal.com.br/pdf/assets/pdfs/20180514_Brasilia.pdf?v=u