Feira do Livro de Brasília abre espaço à literatura afro

Texto e fotos: Walisson Braga

Até o próximo domingo (17), acontece na capital do país mais uma edição da Feira Internacional do Livro de Brasília. Realizada no shopping Pátio Brasil, no Setor Comercial Sul, destaca como tema em 2018 Literatura Infantil: a invenção dos sonhos e assinala a importância deste segmento no mercado editorial.

Conhecendo a feira é possível encontrar o estande da distribuidora de livros Arco Iris, que trabalha com as editoras Mazza e Pallas, produtoras literárias que transformam a cultura afro-brasileira em contos infantis. Um belíssimo trabalho produzido por meio destes selos são os livros Caderno das Rimas do João e Caderno Sem Rimas da Maria, de Lazaro Ramos, escritos pelo ator em referência a seus filhos. Lázaro participou no último domingo da programação do Palco Principal conversando com o público sobre seu trabalho.

Nesse mesmo estande, funciona o projeto Contando Historinhas, criado pela professora Rafaela Góis, no qual ela divulgava livros infantis nas redes sociais. Rafaela trabalha em eventos literários voluntariamente. “Os livros que mais fazem sucesso com a criançada são os que tratam de contos africanos”, informa a docente.

Muitos alunos visitam a feira do livro em busca de materiais para estudo, caso de Thais Cardoso, estudante de Ciências Políticas da Universidade de Brasília. Ela vai à Feira para pesquisar livros de autores negros, tema de sua monografia. “Aqui há uma oferta muito grande de obras e tenho a chance de encontrar o que procuro: literatura afro-brasileira”, destaca.

Maria Aline Vieira, educadora voluntaria social da rede pública do Distrito Federal, visita a Feira em busca de materiais didáticos que abordem temas de combate ao racismo e preconceito para trabalhar em sala de aula. “A leitura é fundamental para a formação educacional da juventude e nos oferece a perspectiva de debater questões sempre atuais com os alunos’’, assegura a educadora.

Ao todo, cerca de 340 mil exemplares estão à venda em 68 estandes na área externa do shopping Pátio Brasil. Até domingo, haverá mais de 100 atividades, como contações de histórias, palestras, mesas de debate, lançamentos de livros, sessões de autógrafos, entregas de prêmios literários e apresentações culturais.