Filme Invictus mostra como Mandela usou rugby para promover a paz na África do Sul

Resultado de imagem para invictus filmeTexto: Vinícius de Lima

Arte: Thyago Aguiar

Fotos: divulgação

Conhecer a história é saber mais sobre si mesmo e do mundo, porém, nem sempre há tempo ou disposição necessários para dedicar parte do dia à enriquecedora prática da leitura. Felizmente, existem outras formas de se manter contato com os grandes fatos e uma das mais prazerosas é por meio do cinema. A Fundação Cultural Palmares (FCP) prepara uma série de textos em homenagem ao centenário do líder sul-africano Nelson Mandela, comemorado no dia 18 de julho. Agora o papo é cinema.

Uma boa dica é assistir ao filme Invictus, que aborda um período da vida de Mandela. Com direção do conceituado ator e cineasta americano Clint Eastwood, a película traz Morgan Freeman interpretando o ativista que dedicou a vida à luta contra o regime racista do Apartheid.

Ambientado na presidência de Nelson Mandela e na iminência da Copa do Mundo de Rugby de 1995 — um dos esportes mais praticados na África do Sul —, o filme aborda o enorme desafio enfrentado pela pacificação do país, que ainda vivia acirrado conflito racial. Com o apoio do capitão François Pienaar (Matt Damon), Mandela apostou numa ousada estratégia de se valer do rugby para conquistar a paz entre os sul-africanos, enfrentando ressentimentos e oposições. Este drama esportivo conquistou duas indicações ao Oscar 2010: a de Melhor Ator, para Morgan Freeman, e a de Melhor Ator Coadjuvante, para Matt Damon.