Fundo Africano para emergências de saúde pública é aprovado por 45 países

Por Denise Porfírio

Mobilizar recursos para o atendimento de emergências na saúde pública. Essa é a proposta do Fundo Africano para Emergências de Saúde Pública que tem por finalidade gerir e obter financiamentos dos Estados-membros da Organização Mundial de Saúde para África (OMS/AFRO).

A ideia é que o atendimento às emergências de saúde pública de interesse nacional e internacional, incluindo as ocorrências de epidemias e pandemias sejam rápidos e eficazes, e também garantir uma contribuição significativa e sustentável para a redução da mortalidade nos países necessitados e contribuir para a diminuição da pobreza.

Quanto às modalidades de apoio de cada país, a organização estipulou três opções, uma idêntica à contribuição feita para as Nações Unidas; uma baseada em uma taxa fixa mista e no Produto Interno Bruto (PIB) de cada país e outra com base apenas no PIB de cada estado.

Agência de Fomento Internacional – Para gerenciar o fundo, os países atuantes sugeriram o Banco Africano de Desenvolvimento – instituição multinacional composta por 53 países africanos, criada em 1964. Financiado por 24 países europeus, americanos e asiáticos, sua missão é fomentar o desenvolvimento econômico e progresso social na África. Sediado em Abidjan, na Costa do Marfim, o Grupo Banco Africano de Desenvolvimento inclui também o Fundo Africano de Desenvolvimento, Fundo Especial da Nigéria.

Imagem: Wikipedia

Países beneficiários do BAD

 

De |setembro 6th, 2011|Notícia|Comentários desativados em Fundo Africano para emergências de saúde pública é aprovado por 45 países