DVD “Renascimento Africano” marca homenagem aos 50 anos de independência dos países do oeste da África

Por Drielly Jardim

Nesta segunda-feira (9), às 18h, o cineasta Zózimo Bulbul lança o DVD do documentário “Renascimento Africano”, no Centro Afro Carioca de Cinema, no bairro da Lapa, Rio de Janeiro.

O filme, rodado em Dakar, no Senegal, conta com depoimentos de intelectuais, políticos e religiosos, que apresentam um panorama dos 50 anos de independência dos países do oeste da África e a interpretação sobre a escultura criada recentemente no Senegal, que representa, justamente, o renascimento africano.

Segundo o diretor do documentário, Zózimo Bulbul, o resgate da cultura africana presente em suas obras se dá, em grande parte, devido as suas viagens pelo continente africano. “Eu precisei sair do Brasil para descobrir que eu tenho história, que eu existo”, afirma.

O documentário, que teve o apoio do Departamento de Fomento e Promoção da Cultura Afro-Brasileira da Fundação Cultural Palmares (FCP) para edição e finalização, já fez parte da programação do IV Encontro de Cinema Negro Brasil África e Caribe e será distribuído para estudantes, formadores de opinião e Instituições Afrodescendentes de estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Espírito Santo e Distrito Federal.

Para o presidente da FCP, Eloi Ferreira de Araujo, que participará do lançamento do DVD, o documentário reforça ainda mais a identidade da cultura afro-brasileira. “Além de ser uma forma de conhecer a história desses países, o documentário nos permite enxergar com mais clareza as bases da nossa cultura. Constitui-se também resultado do trabalho valoroso de cineastas intelectuais como Zózimo Bulbul e equipe, que mesmo diante todas as dificuldades demonstram a garra da cultura formadora da identidade nacional”, destacou.

Serviço:
Lançamento do DVD “Renascimento Africano
Quando: 9 de abril, às 18h
Onde: Rua Joaquim Silva, nº 40, Lapa – Rio de Janeiro-RJ

De |abril 9th, 2012|Notícia, Secundária|Comentários desativados em DVD “Renascimento Africano” marca homenagem aos 50 anos de independência dos países do oeste da África