Projeto Palmares.Doc nas Escolas leva espetáculo Áfricas a 400 estudantes em Salvador

Você já imaginou seus filhos, sobrinhos ou netos conhecendo, na escola, uma África diferente da que você aprendeu? Para desmitificar histórias que foram repassadas erroneamente a gerações de brasileiros, a Representação da Fundação Cultural Palmares Bahia e Sergipe realizará em 18 de fevereiro, a segunda edição do projeto Palmares.Doc nas Escolas,que tem como objetivo apresentar de forma lúdica a cultura afro-brasileira para crianças e adolescentes em idade escolar.

Nesta edição, o projeto levará ao Centro Cultural Plataforma em Salvador, 400 estudantes com idade entre sete e 12 anos, da Escola Municipal Úrsula Catarino. Eles vão assistir ao DVD do espetáculo Áfricas do Bando de Teatro Olodum, que coloca em cena o continente africano, por meio de seus contos, seu povo, seus mitos e sua religiosidade.

A edição será dividida em duas sessões (às 10h/15h)e as exibições do vídeo serão seguidas de bate-papos com Ridson Reis e Elane Nascimento,atores do Bando.De acordo com eles, a proposta é fugir das imagens de uma África estereotipada, com animais selvagens, doenças e fome, suprindo a escassez de referenciais africanos no imaginário infantil.

De acordo com Fábio de Santana, representante da FCP na Bahia e Sergipe, a ideia é levar o debate em torno do cotidiano e das contribuições dos povos negros para a construção da sociedade brasileira. “O projeto tem como objetivo fortalecer a Lei 10.639/2003 oferecendo subsídios aos professores no ensino da História e Cultura Afro-Brasileira”, disse.

Sinopse

Dirigido por Chica Carelli,o foco da peça África é mostrar o modo de ser do povo africano, as formas de se relacionar com a natureza e com o sagrado e os traços que unem o Brasil, em especial a Bahia, ao continente negro. O espetáculo aborda um continente complexo, formado por mais de 50 países e centenas de dialetos e povos com histórias diferenciadas, formas de resistência e sobrevivência e um rico modo de se relacionar com o sagrado. Enfim, a África no plural.

Está em cena o talento do elenco do Bando que canta, toca, dança em um espetáculo repleto de músicas, cores e danças para abordar o universo mágico e lúdico das lendas e contos africanos que ultrapassaram séculos e continentes através das narrativas dos griôs, ancestrais detentores da sabedoria e da linguagem oral.

Entre estes contos selecionados, está o da Criação do Mundo, que narra a aventura de Oxalá, enviado por Olorum para criar os recursos da terra e o homem. Conta-se que Oxalá utilizou-se de vários elementos para a feitura do ser humano (água, fogo, madeira) e todos se tornaram ineficientes, até que Nanã Buruku, a mais velha e sábia entre os deuses, apresentou a Oxalá, a lama, com a qual o homem foi moldado e ganhou vida.

Programação

10h – Exibição do vídeo do espetáculo infanto-juvenil Áfricas, do Bando de Teatro Olodum 10h50– Bate papo com Régia Mabel Freitas, mestra em Políticas Sociais, Ridson Reis e Elane Nascimentoatores do Bando de Teatro Olodum.

15h – Exibição do vídeo do espetáculo infanto-juvenil Áfricas, do Bando de Teatro Olodum 15h50– Bate papo com Geise Oliveira, produtora cultura e Mestranda em Pós Cultura da Ufba, Ridson Reis e Elane Nascimento (atores do Bando de Teatro Olodum).

Serviço

O que: Palmares.Doc nas Escolas Quando: 18 de fevereiro Horário: 10h / 15h Onde: Centro Cultural Plataforma, Salvador Informações:(71) 3322-4188 e fcp.bahia@palmares.gov.br

De |fevereiro 12th, 2014|Notícia, Secundária|Comments Off on Projeto Palmares.Doc nas Escolas leva espetáculo Áfricas a 400 estudantes em Salvador