Afros e afoxés deram o toque no carnaval AfroPop












O Movimento AfroPop Brasileiro idealizado por Margareth Menezes e patrocinado pela Fundação Cultural Palmares, vinculada ao Ministério da Cultura, saiu do Cais Dourado, no centro de Salvador, e subiu no Trio Elétrico, mas manteve sua essência: a mistura de sons, ritmos e vozes. O trio AfroPop fez o circuito Barra / Ondina no domingo, 14, e na segunda-feira de carnaval.



Margareth e Lazzo 
Foto: Vera Miliotti


No domingo, com Margareth, cantou Lazzo, ´professor Lazzo´, como diz a cantora, referindo-se a um dos ícones da música negra brasileira, com sua música forte e cheia de suwing, e as cantoras Carla Cristina, ex-Banda Papaléguas e da banda feminina ´As meninas´ e a brejeira Mariene de Castro, ex-vocal de apoio da Timbalada, Carlinhos Brown e Márcia Freire.
 


O violonista Diego Figueiredo trouxe a origem do trio elétrico, que está comemorando 60 anos, em momento solo com seu violão ou acompanhado da banda de Margareth, Diego mostrou uma música instrumental de qualidade para quem estava curtindo o carnaval baiano.




Margareth e Diego
Foto: Vera Miliotti




 


Do além mar, Margareth trouxe o cantor Luiz Represas, com quem já gravou a música ´Um caso a mais´, do CD Naturalmente. O cantor de música popular portuguesa, mesmo com o pé quebrado, cantou com Margareth músicas consagradas nacionalmente, como Vai Passar, de Chico Buarque. 


 



Margareth e Luiz Represas
Foto: Vera Miliotti




“É uma grande honra, um privilégio, cantar com Margareth no carnaval da Bahia, em cima de um trio elétrico, partilhar com ela seu público em um momento como este de alegria, de diversão”, disse o entusiasmado cantor português.


 


A segunda-feira, dia 15, foi um dia muito especial para o AfroPop. Margareth esteva acompanhada pelos blocos afros, Balê de Malê, Muzenza, Ilê Aye, Cortejo Afro e Filhos de Gandhi. No trio elétrico eles cantaram e dançaram juntos sendo seguidos por grandes alas de foliões.



Margareth, Malê e Ilê
Foto: Vera Miliotti




Margareth e Carlinhos Brown
Foto: Vera Miliotti




Pedro Silva, cantor dos Filhos de Gandhi, disse que o axé music é a música dos blocos afros. “É a própria essência das músicas dos afoxés, dos terreiros, dos blocos afros”.


 


Este movimento todo estava sendo acompanhado pelos olhos vibrantes de Dona Diva, mãe de Margareth, que segue o trio, abençoando a todos.


 


Movimento AfroPop 


 


O movimento afropopbrasileiro tem como meta principal preservar a identidade da cultura afro-brasileira, ao juntar em uma mesma entidade manifestações da cultura negra. É também um espaço de mistura de ritmos de raízes afro-brasileiras com sonoridades pop mundiais, como o rock, o reggae, o funk, entre outros. Unidos pela mesma proposta, ainda que com características singulares, os grupos ganham força e maior visibilidade.


Saiba mais:



 


Assessoria de Comunicação da FCP

 

 

De |fevereiro 18th, 2010|Notícia|Comments Off on Afros e afoxés deram o toque no carnaval AfroPop