Carta do Colegiado Setorial de Culturas Afro-brasileiras do CNPC/MinC ao Ministro do Esporte

O Colegiado Setorial de Culturas Afro-brasileiras do Conselho Nacional de Políticas Culturais do Ministério da Cultura (CNPC/MinC) organizou uma carta endereçada ao Ministro do Esporte, George Hilton, solicitando esclarecimentos quanto à esportização da capoeira.

Dentre as considerações apresentadas na Carta encontra-se o fato da regulamentação da capoeira pelo Ministério vir a provocar a deslegitimação dos mestres de capoeira, detentores de um saber tradicional e de formas específicas de transmissão desses saberes, “além de reservar mercado para profissionais de educação física federados e confederados.”

A Carta destaca, ainda, que o Ofício dos Mestres de Capoeira é considerado patrimônio cultural imaterial brasileiro, registrado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) no Livro dos Saberes, em 2008.

A Carta já conta com a assinatura de 16 entidades ligadas à capoeira e mais de 240 assinaturas de representantes da sociedade civil.

Para acessar a Carta ao Ministro do Esporte, clique aqui.

De |março 2nd, 2016|Notícia, Secundária|Comentários desativados em Carta do Colegiado Setorial de Culturas Afro-brasileiras do CNPC/MinC ao Ministro do Esporte