QUILOMBOLAS
Comunidades Remanescentes de Quilombos poderão permanecer por tempo indeterminado em unidades de proteção integral

Dirigentes da Fundação Cultural Palmares, INCRA, ICMBIO e Advocacia Geral da União, reuniram-se nesta terça-feira, 26 de julho de 2022, a fim de consolidar entendimento para que as comunidades remanescentes de quilombos possam permanecer, por tempo indefinido, nas unidades de proteção integral (parques, reservas biológicas, estações ecológicas etc.).

Por Fundação Cultural Palmares
De |julho 27th, 2022|Destaque, Notícia|0 Comentários