A representação regional da Fundação Cultural Palmares no Rio de Janeiro foi criada em 2003, durante a gestão do professor Ubiratan Castro de Araújo. Desde sua origem está instalada no Edifício Capanema, prédio tombado como marco da arquitetura moderna no Brasil. A Palmares/Rio já teve como representantes a socióloga Elizabeth Viana e a pesquisadora Eliane Borges. Em abril de 2013, Neia Daniel de Alcântara assumiu a representação da Fundação na cidade.