Projeto Conhecendo Nossa História: da África ao Brasil

SALVADOR – BA


RESULTADOS!!!
Escolas Atendidas Docentes Formados Livros Entregues Revistas Coquetel Entregues Investimento (R$)
19 19 2.360 4.480 66.978,78


CURIOSIDADE!!!

Salvador remonta à história dos negros no Brasil, onde aportaram os primeiros africanos escravizados. A consequência é que 8 em cada 10 moradores da capital baiana se autodeclaram pretos ou pardos, segundo dados de 2018 do IBGE (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua). Esses fatos a inserem como a capital mais negra do Brasil e a cidade mais negra do mundo fora da África. O bairro de Pernambués é o que possui o maior percentual de negros e por isso é tido como o bairro mais negro da cidade. O Pelourinho, localizado no Centro Histórico de Salvador, é considerado Patrimônio Cultural da Humanidade e guarda vestígios da época em que a cidade foi a primeira capital da Colônia. O Largo do Pelourinho e suas redondezas abrigam um grande número de casarões e igrejas dos séculos 17 e 18. Ligado ao Pelourinho pelo Elevador Lacerda, o Mercado Modelo abriga em seu porão uma antiga senzala. A influência africana na cidade pode ser constatada em todas as manifestações culturais: na gastronomia, na religião, na música, dança, artes, entre outros. Os blocos afros também são destaques na cultura de Salvador. O batuque dos tambores, o colorido das fantasias, a dança e a alegria contagiante são suas marcas que não apenas alegram o carnaval da cidade, mas ainda possuem um papel social na comunidade em que estão inseridos.

Fonte:
<https://revistatrip.uol.com.br/trip/uma-selecao-de-lugares-importantes-para-cultura-negra-brasileira-que-voce-precisa-conhecer-no-brasil>
< http://atarde.uol.com.br/bahia/salvador/noticias/1243524-a-mais-negra-do-brasil>
< https://www.acordacidade.com.br/noticias/203087/ibge-ba-salvador-e-a-capital-mais-negra-do-brasil-e-com-a-maior-desigualdade-salarial-entre-brancos-e-pretos.html>



GALERIA DE FOTOS





Voltar